Seguro contra incêndio: por que você deve contratar

O seguro contra incêndio pode ser muito eficaz para garantir a proteção de um imóvel, minimizar danos causados pelo fogo e proporcionar mais segurança e tranquilidade para quem o contrata.

No Brasil, podemos encontrar casos de incêndios que marcaram a nossa história. Infelizmente, muitos deles atingiram prédios inteiros provocando grandes tragédias. Alguns dos mais notórios foram: o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, em 2018, o Canecão Mineiro, em Belo Horizonte, em 2001, e o Edifício Joelma, em 1974, em São Paulo.

Todos os acidentes citados acima aconteceram pelas causas mais comuns de incêndios em estruturas residenciais e comerciais. São elas:

  • Problemas nas instalações elétricas;
  • Falhas humanas;
  • Demora na extinção dos pequenos focos;
  • Combustão de materiais inflamáveis;
  • Vazamentos de gás.

Certamente, diversos casos tiveram seus prejuízos minimizados porque os responsáveis contrataram um seguro contra incêndio. Por isso, para saber mais sobre este tipo de proteção, continue esta leitura e descubra as vantagens de um seguro.

O que é o seguro contra incêndio?

Apesar das perdas irreparáveis causadas por incêndios, de vidas e de objetos de valor histórico para o país, é possível, por meio do seguro contra incêndio, salvaguardar tanto a edificação, quanto os bens que estão dentro do imóvel, que podem ser destruídos pelo fogo por um simples acidente doméstico.

Assim, ao contratar um seguro contra incêndio, o segurado terá a garantia de receber um dinheiro para a reconstrução ou reforma do imóvel afetado e minimizar as perdas de outros patrimônios, como eletrodomésticos.

Para isso, no caso de uma ocorrência, vale lembrar que existe um prazo para este valor ser reembolsado. Primeiramente, o local afetado deve receber a visita de uma perícia para avaliar o caso.

Após o incêndio, para saber exatamente o que será indenizado, é importante que o contratante conheça a apólice e o que contempla a sua cobertura. Ela pode conter também a cobertura contra furto e roubo, já que o imóvel incendiado estará vulnerável.

Em alguns casos, a proteção também é contratada junto com a cobertura de ocorrências de quedas de raios e de explosões. O mais recomendado é que o segurado também faça um seguro de assistência residencial, que oferece serviços de chaveiro, consertos em geral e apoio 24 horas por dia.

Quem deve contratar o seguro contra incêndios e quanto custa?

O seguro contra incêndio pode ser contratado pelo condomínio, para assegurar as áreas comuns, e também pelo condômino, para proteger o seu imóvel e os seus bens. Ou seja, cada proprietário ou inquilino, se for o caso, é responsável pela sua unidade.

O valor do seguro contra incêndio, varia de acordo com o plano de cobertura, ou seja, dos valores que o segurado deseja ser indenizado. Dessa forma, é importante calcular o valor do imóvel (através da área real total), como o tipo de edificação e os bens existentes nele.

Sendo assim, vale lembrar que, o valor indenizatório de um imóvel, por exemplo, será calculado para reconstruí-lo e não de acordo com o seu valor no mercado imobiliário.

Para saber o valor exato de um seguro contra incêndio e tudo o que ele contempla, clique aqui, converse com um de nossos corretores da PACTO Corretora e faça sua cotação!

Deixe uma resposta